Covid-19: viagens ao estrangeiro

Trabalhe e viaje em segurança, privilegie Portugal

 

Recomendações sobre viagens indispensáveis ao estrangeiro nos próximosmeses

Este folheto, destinado aos portugueses que pretendam viajar ao estrangeiro por razões profissionais ou em viagens de lazer, recomenda conselhos para a sua deslocação caso a mesma seja essencial. Informa sobre os cuidados que deve ter na preparação da viagem, o que deve saber para a efetuar, que constrangimentos pode encontrar e como superá-los, que apoios pode obter junto da rede consular e o que não constitui obrigação do Estado.

A pandemia originada pela COVID-19 determinou a adoção, por inúmeros Governos, de medidas de prevenção, combate e contenção da doença, que incluíram fortes restrições na circulação de cidadãos em todo o Mundo, que podem manter a interdição de entrada de cidadãos estrangeiros e não residentes, exigir certificado médico, declarações para deslocação ou quarentena obrigatória. As medidas de contenção e controle da doença continuarão a ocorrer, e cada País pode aliviar ou agravar as medidas já tomadas no quadro da Covid-19.

Para férias e turismo, considere seriamente a oportunidade de conhecer melhor Portugal e de usufruir das excelentes condições que o seu país oferece, para lazer, cultura e bem-estar.

Para contactos profissionais, prefira o teletrabalho e a comunicação eletrónica. Evite viagens não essenciais para fora da União Europeia ou de países Schengen.  Ao agir assim, protege-se e aos seus concidadãos

 

Coloque as suas dúvidas

Gabinete de Emergência Consular:

Email:  gec@mne.pt  Telefone: + 351 217 929 714 

                                                       + 351 961 706 472

Consulte

- o Portal das Comunidades: www.portaldascomunidades.mne.pt

- as notícias do MNE: www.portaldiplomatico.mne.gov.pt

- a Embaixada do país de destino: www.portaldiplomatico.mne.gov.pt/rede-diplomatica/corpo-diplomatico-em-portugal

Registe a sua viagem e veja os conselhos aos viajantes

Através da app “Registo viajante” disponível em IOS ou Android, ou via formulário em https://www.portaldascomunidades.mne.pt/pt/registo-do-viajante

O contexto da atual pandemia reforça a necessidade de fazer uma correta avaliação antes de iniciar uma viagem. Se entender sair de Portugal, deverá considerar os seguintes aspetos na escolha do seu destino:

1.

Segurança sanitária

Conheça a situação epidemiológica e a cobertura de cuidados de saúde no país de destino;

2.

Presença consular de Portugal

Conheça as ligações e a cobertura da rede consular portuguesa no país de destino;

3.

Regresso a Portugal

Confirme que conseguirá regressar de forma rápida e imediata em caso de necessidade.

Tenha ainda em atenção a existência de contratos, seguros e outros meios de garantir a segurança durante as suas deslocações. Conheça e respeite as regras de segurança e comportamento dos países que visita. Previna-se, mesmo em deslocações para reuniões familiares.

Desaconselham-se viagens para destinos fora do espaço europeu sobretudo para outros destinos sem ligações fáceis e frequentes a Portugal, e muito em especial deslocações para destinos exóticos e/ou viagens não organizadas.

Tome uma decisão informada

 

Antes de viajar

 

 

Em caso de necessidade, os postos consulares de Portugal podem prestar apoio aos viajantes. Esse apoio traduz-se na emissão de documento de viagem provisório (para situações de extravio de documentação); facilitação do contacto com unidades hospitalares, em caso de acidente ou doença e com advogados em caso de detenção.

A proteção consular não poderá, no entanto, libertá-lo da prisão, pagar as contas do hotel, do médico, do advogado, de viagens ou outras.

Nos países não pertencentes à União Europeia e onde não exista representação consular portuguesa, pode solicitar auxílio junto das Embaixadas e Consulados de outros Estados Membros da União Europeia.

 

Apoio durante a viagem

1. Verificar se dispõe de passaporte válido. Alguns países exigem um prazo de validade que poderá ir até 6 meses após a conclusão da viagem e outros não aceitam passaportes temporários;

2.Confirmar que a sua entrada no país de destino está autorizada. Informe-se junto da sua agência de viagem ou das embaixadas dos países representados em Portugal sobre a necessidade de obtenção de visto.

3. Adquirir atempadamente o bilhete e garantir que tem as condições e os meios necessários para a viagem, mesmo que seja necessário prolongar a permanência no país ou adquirir novos bilhetes de regresso;

3. Obter o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença ou informar-se sobre quaisquer acordos de assistência médica que possam existir com os locais de destino;

4. Informar-se, com antecedência, quanto à necessidade de cuidados de saúde especiais (por exemplo vacinas ou precauções especiais). Preferencialmente, realizar uma Consulta do Viajante;

5. Fazer um seguro de viagem que inclua assistência médica, roubo, furto e despesas de repatriação;

6. Registar a sua viagem no Registo Viajante e informar algum familiar ou amigo da data de partida e da previsível hora de chegada. Indique o país ou países de destino, moradas e números de telefone de contacto.

Aprofunde estas informações e recorde os cuidados a ter durante a viagem em:

https://www.portaldascomunidades.mne.pt/pt/conselhos-aos-viajantes

 

Não se esqueça de…

                                                                                                                                           

  • Partilhe